TRATAMENTOS

CONSULTAS

INSTALAÇÕES

ESPECIALIDADES

EDUCAÇÃO

PESQUISA



Notícias Sobrapar

Brasil sedia Copa do Mundo da Saúde


Cassio Eduardo Raposo do Amaral (*)

O Brasil sediou este ano a Copa do Mundo das fissura lábio-palatinas e deformidades crânio-faciais relacionadas. Trata-se do CLEFT 2009 (www.cleft2009.org.br) maior evento internacional da área - ligado a Confederação Internacional de Fissuras Lábio Palatinas - que ocorre em diferentes continentes, a cada quatro anos, desde 1969. Em 44 anos da existência da Confederação, esta é a primeira vez que este Congresso é realizado em um país da América do Sul.


O Brasil foi eleito sede do Congresso ainda em 2001 na Suécia e o Hospital SOBRAPAR de Crânio e Face identificado como responsável pelo evento por ser o centro de referência brasileiro de maior representatividade internacional na área. O evento foi realizado em Fortaleza, cidade escolhida pelo Comitê Internacional devido às suas belezas naturais e infra-estrutura para receber profissionais de todo o mundo.


A importância do evento se mostra através dos números: foram cerca de 750 participantes de 53 países dos 6 continentes, desde delegações dos Estados Unidos, França e Inglaterra, até países em desenvolvimento como a Tanzânia, Latvia e Uganda, aqui representados por suas respectivas delegações. O evento reuniu profissionais de todas as áreas ligadas ao tratamento e prevenção das fissuras lábio-palatinas e deformidades craniofaciais relacionadas, sendo um evento verdadeiramente multidisciplinar. O processo de seleção da sede do evento, assim como na Copa do Mundo, é realizado com oito anos de antecedência, sendo que o atual presidente tem como obrigação coordenar o complexo processo de votação. Na disputa para sediar o Congresso de 2017 estão India, Taiwan, Japão, Tailândia e Canadá, que enviaram um estudo com toda a programação do futuro evento, bem como carta de apoio do ministro da Saúde dos respectivos países.


Como no futebol, o Brasil foi colocado definitivamente entre os G11, ou seja, entre 11 países de maior representatividade no tratamento do paciente portador de fissura lábio-palatina e deformidades craniofaciais relacionadas. Nosso maior apoio financeiro vêm de uma fundação norte-americana chamada The Smile Train, que financia o tratamento de pacientes portadores de fissuras lábio-palatinas em todo o mundo.


O tema do evento foi “Experiência, Evolução e Inovação”, que traduz em três palavras o período que estamos vivendo. A experiência adquirida por nós, brasileiros, permitiu a implementação de novas técnicas que beneficiarão diretamente nossos pacientes. A engenharia genética na busca de fontes alternativas de reabilitação precoce é certamente uma esperança no tratamento destas crianças. O grupo Genoma do Instituto de Biociências da USP, em colaboração com o Hospital SOBRAPAR, já demonstrou ser possível isolar células tronco com potencial de formar osso através de pequenos fragmentos do músculo do lábio de pacientes portadores de fissura lábio-palatina, normalmente descartados durante a cirurgia primária de fechamento do lábio ocorrida aos três meses de idade. Inovação e criatividade sempre foram virtudes do brasileiro em todas as áreas, por esse motivo a temática deste importante evento representa o momento atual que vivemos, a “cara” do nosso país.


Muito mais do que um tributo a SOBRAPAR, este é um prêmio a todos os brasileiros que, mesmo diante de todas as dificuldades, dedicam a vida ao tratamento dos pacientes portadores de fissuras lábio-palatinas e deformidades crânio-faciais relacionadas.


(*) Cirurgião plástico e vice-presidente da SOBRAPAR


Hospital Sobrapar  •  2009 Av. Adolpho Lutz, 100 - Cidade Universitária - CP 6028 - 13083-880 - Campinas - SP - Brasil  •  Fone: +55 (19) 3749-9700
Estratégia1